• Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por e-mail.

    Junte-se a 151 outros seguidores

  • Arquivos

Oitenta anos de paixão e pesquisa no exercício da agronomia: “Nunca deixem de estudar!”


Durante a solenidade de abertura da 73ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia, que aconteceu em Foz do Iguaçú na última semana (29/08 a 01/09), o profissional engenheiro agrônomo Fernando Penteado Cardoso foi homenageado, aos 102 anos de idade, pelos 80 anos de exercício da profissão e pela relevância das pesquisas e atividades realizadas.

fernando

A homenagem, capitaneada pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), contou com a exibição um vídeo que mostrou a trajetória do profissional. Fernando ingressou na Esalq/USP em 1933, com Manoel Vargas, filho do presidente Getúlio, no mesmo ano em que o então presidente promulgou o Decreto nº 23.569, que regulamentou a profissão de Agronomia e criou o Sistema Confea/Crea.

“Venho exercendo Agronomia há 80 anos, com muita paixão, e me sinto emocionado ao receber uma homenagem tão amável e significativa”, disse Penteado.

“Nunca deixem de estudar”, diz Fernando

Grande incentivador do estudo e da pesquisa, Fernando faz um apelo em seu discurso para que os profissionais nunca deixem de estudar e de investir em pesquisas para melhorias nas áreas afetas à agronomia. Para o engenheiro, que é fundador da Fundação Agrisus – Agricultura Sustentável e do Grupo Manah (fertilizantes e gado de corte), “a terra (…) é um bem que apenas tomamos emprestado daqueles que nos sucederão”.

Ser agrônomo é um privilégio

Com tantos anos de pesquisa e trabalho na agronomia, Penteado se mostra confiante quanto ao futuro da área agrícola no Brasil, mas preocupado com as mudanças que, para ele, precisam acontecer. “Eu vejo o país (Brasil) num esforço muito grande (…), mas vamos chegar à hora em que se precisará ampliar a área agrícola do país, e aí vai ser preciso vencer o misticismo e alguns preconceitos e abrir novas áreas”, disse o engenheiro em entrevista para o site Notícias Agrícolas, falando sobre o status do Brasil enquanto produtor de alimentos em nível mundial.  “Sou um privilegiado em poder ter vivido uma vida de agrônomo, uma vida ligada à agricultura, e hoje estar apreciando o progresso e enxergando o futuro, e por ter saúde e ter chegado até agora ainda com juízo razoável. (…) Levantem-se, temos muito o que fazer!”, completa. Veja a entrevista na íntegra:

 

Em agosto, um vídeo publicado na internet divulga entrevista realizada pelo Portal DBO, em que o engenheiro, aos 102 anos, relembra histórias com uma memória notável, analisa o agronegócio atual, e ainda faz críticas aos atuais líderes que, segundo ele, não projetam um futuro para o setor.

 

 

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: